domingo, 25 de agosto de 2013

Novos técnicos, novos reinícios?

Luiz Henrique / Figueirense FC
Tanto Criciúma quanto Figueirense venceram seus jogos de sábado a noite sob a esperança de um novo reinício depois da saída dos seus treinadores. Ainda que o Tigre tenha um interino, o ambiente visivelmente mais leve colaborou para as duas vitórias.

O Figueirense, perante o pior público dos últimos anos no Scarpelli (1.821 torcedores) só precisou do primeiro tempo para vencer o fraco Oeste. Numa noite que tinha tudo pra ser complicada por causa dos protestos e do recente episódio de agressão relatado neste Blog no post anterior, o time patrolou o adversário em 45 minutos, com grande atuação de Tchô (um dos agredidos), e gols de Rafael Costa e Ricardo Bueno. Nada mal para aliviar o ambiente nesse início de era Vinicius Eutrópio, que terá problemas para pegar o ASA, com vários desfalques.

E a vitória veio em hora boa. Palmeiras, Chapecoense e Sport perderam, e a parte de cima embolou um pouquinho. Uma arrancada se baseia numa boa sequência. A primeira vitória foi pra aliviar, agora é construir um time confiável.

Já o Criciúma bateu o Coritiba também construindo o placar no primeiro tempo, com direito a gol de bicicleta e um de Suéliton, aquele que era craque no estadual e virou alvo da torcida no Brasileiro. Tá certo que o Coxa, chegou ao quinto jogo sem vencer, mas o Tigre conquistou uma vitória que satisfez o torcedor que estava revoltado, dando um clima um pouco melhor para o novo técnico que chegar. Falta um longo caminho para a fuga do rebaixamento, até porque o time perdeu muitos pontos em casa, mas é possível chegar ao milagre que o presidente Angeloni mencionou nesta semana. Tem que ter fé e muito trabalho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário