sábado, 21 de setembro de 2013

Alerta para a Chapecoense e pequena esperança para o Figueira

Tribuna do Norte
Sábado de sentimentos antagônicos. Enquanto faltou futebol e entrega da Chapecoense para vencer o lanterna ABC em Natal, o Figueirense buscou energia lá do fundo para vencer o Paraná e ter ainda um pouco de esperança.

No Frasqueirão, o time de Gilmar Dal Pozzo simplesmente não jogou futebol. Assistiu o fraco adversário jogar bola, sem oferecer resistência. De quebra, perdeu mais um goleiro por lesão e terá que ir ao mercado buscar outro para o restante do campeonato. Pra resumir um pouco mais: o futebol que sobrou naquela goleada contra o São Caetano faltou, e muito, em Natal. O raciocínio é simples: enquanto os outros times da briga pelo acesso marcarão pontos contra o lanterna, a Chape passou zerada nesse quesito. A gordura ainda existe, mas não dá pra tratar o acesso como algo que vai acontecer ao natural. O futebol verde simplesmente inexistiu lá na Ponta Negra.

Marco Santiago / Notícias do Dia
Já o Figueirense deu sinais que poderá dar um caldo ainda nesse ano, ainda que a distância para o grupo de acesso seja bem grande. Não foi um partidaço, mas vencer um time do G4 dá um bom estímulo para o torcedor, que foi em número pequeno pro estádio. A esperar se o meio-campo alvinegro vai ganhar corpo, o ataque vai voltar a funcionar como no início do campeonato e a cozinha lá atrás vai se acertar. O alvinegro ainda é zebra, mas vai que os resultados aparecem e pode rolar uma graça lá no final. Vai saber.



Nenhum comentário:

Postar um comentário