quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Avaí perde chance de fazer gordura. Pressão para o clássico

Cristiano Borges / O Popular
Para tristeza do torcedor avaiano e alegria de quem está atrás, o Avaí não foi nem sombra do time que venceu o Bragantino semana passada e acabou perdendo de forma justa pro Atlético-GO por 2 a 1.

Um jogo que o Leão começou mal, tomou um gol, poderia ter tomado mais, acabou empatando no final do primeiro tempo, dando uma chance de Hemerson Maria dar uma chamada na turma no intervalo, mas acabou perdendo mostrando pouco futebol.

Dentro de campo, a chave do jogo foi o lateral Aelson, que não vinha jogando bem mas acabou dando o passe para o gol de Marquinhos. No segundo tempo, a válvula de escape era pela esquerda, mas Hemerson acabou o substituindo, apesar de dizer na coletiva que recebeu a informação porque estava sem gás e o próprio jogador dizer que aguentava. Paciência.

O treinador avaiano fez uma precisa avaliação do jogo e usou uma palavra que descreve bem o que faltou para o time: equilíbrio. Aquele futebol vibrante do último jogo não veio junto no avião, e o time perde uma chance de ganhar uma gordurinha importante no G4. Estaciona nos 53 pontos e tem pela frente um clássico contra um Figueirense louco para melar a festa na Ressacada, ainda que o alvinegro não seja um time melhor que o adversário. Uma derrota pode fazer alguns times se aproximarem ao grupo de acesso, caso do Joinville, que terá o Paysandu em casa na sexta-feira.

Um ingrediente a mais para o clássico do domingo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário