sábado, 26 de outubro de 2013

Avaí sobra para voltar ao G4, e o sonho do Figueira termina

Eduardo Valente / ND
Faltando um mês para o final da Série B, os times que se candidatam à arrancada final vão mostrando as suas credenciais. O Avaí mostrou contra o Bragantino um crachá VIP, de quem está jogando bem, no momento certo, e sem perder o ritmo. São 12 pontos nos últimos 5 jogos, apenas com a derrota para a Chapecoense no meio, o que não é nenhum desastre.

E time que quer chegar tem que fazer como o Leão na sexta a noite: partir pra cima, encurralar o adversário e vencer sem dar chance para a zebra. Ao contrário do seu rival do oeste, que perdeu pontos bobos para a turma que não briga pelo acesso, com o Avaí não teve essa conversa: um 3 a 0 convincente, que dá uma confiança enorme e fecha mais o grupo no foco da Série A. O rosto de muitos jogadores denunciava isso: pode rolar chuva de canivete lá fora com eleição de conselho que dentro de campo o pessoal faz a sua parte.

Com três jogos pela frente contra adversários que não brigam mais por acesso (Atlético-GO, Figueirense e ASA, dois desses na zona de rebaixamento), o time tem a chance de conquistar uma gordurinha. No meio tem o clássico, em casa, contra um time desencontrado, mas que vai ter a pressão da torcida para que, ao menos, estrague a festa do adversário. O caminho é difícil, mas é o certo. Não pode perder o rumo.

Sim, porque o Figueirense mais uma vez patinou e encerra as suas pretensões na temporada (não me venha com o papo de vencer todos os jogos daqui pra frente). Contra o chato Icasa, que dentro do Romeirão já venceu até o Palmeiras, o Figueira mostrou mais do mesmo. Poucas chances de gol, pouca inspiração, muito pouco para quem está com a corda no pescoço. No fim das contas, nem o bicho extra oferecido pela diretoria deu resultado. Um time sem evolução em relação aos jogos contra Joinville e Chapecoense e a segunda derrota em três partidas, no momento que o time precisa estar 100% para encostar no G4. Agora é terminar a temporada e pensar no ano que vem. E tem um clássico pelo caminho.

Pra terminar, uma pelada em Goiânia, no jogo Atlético x Chapecoense. Partida fraca, onde o Verdão jogou para não perder. Mais um ponto na conta, que até pode ser bom considerando que foi no Serra Dourada. Mas já passou na hora do bote final para morder a vaga na  Série A. Já tem torcedor aflito achando que o acesso corre grande risco. Ainda não há motivo para pavor, mas bem que a Chape poderia encerrar essa agonia logo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário