domingo, 10 de novembro de 2013

Instabilidade e imprevisibilidade na Série B embolam a tabela e ressucitam o Figueirense

Luiz Henrique / Figueirense FC
Na Série B, não dá pra projetar nada. Desisti de fazer prognóstico de quantos pontos cada time pode chegar para buscar o acesso. Não tem lógica. Só nessa rodada, o Avaí perdeu para o lanterna, o Icasa para o ABC que briga para não cair, o Paraná toma uma improvável virada em Varginha, o Sport foi goleado pelo Ceará e o América-MG empatou com o São Caetano, virtualmente rebaixado. Aí aconteceram os resultados normais, como as vitórias de Palmeiras e Figueirense, e veja o resultado: oito times brigam por duas vagas restantes, faltando quatro rodadas.

Garantia de que tudo vai se decidir na última rodada.

As vezes parece que ninguém quer fincar pé no G4 pra subir. São varios times que tiveram muitas oportunidades de acumular uma gordura e ficar longe dessa briga de foice de times desesperados pelo acesso. E aí teve gente que já estava entregando os pontos, ganhou um jogo importante, viu que ninguém se distanciou, e com uma vitória em casa, tá junto no bolo. Seu nome: Figueirense

O Figueira parece um daqueles bichos do filme "Gremlins": aparentemente inofensivo, mas que pode virar um monstrinho se não for bem observado. Um time que pouquíssimos, pra não dizer que nenhum torcedor acreditava em alguma coisa ainda nesse ano, pedindo apenas que vencessem o clássico pela honra e para melar a campanha do rival. Essa honra virou goleada, a torcida voltou a pegar junto, veio a vitória contra o Guará, e o time retorna à briga empatando em pontos com JEC e América-MG, a um pontinho do G4.

E esse monstrinho é perigoso: a tabela do Figueira não é complicada. Todos jogos restantes são contra times da zona de rebaixamento, brigam para não cair ou que não tem mais pretensões daqui pra frente. Ainda que não dê pra palpitar em um campeonato tão maluco, há uma chance real do alvinegro fazer, pelo menos, dez pontos.

O JEC está na mesma situação, mas com dois complicadores: depois de pegar Oeste e São Caetano, terá os confrontos contra América-MG e Ceará, com a obrigação de vencer. E o Avaí pode ver os adversários o atropelarem caso tropece de novo terça, contra o Ceará, adversário diretíssimo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário