sábado, 30 de novembro de 2013

O milagre aconteceu, o Figueira é Série A!

Eduardo Valente / Notícias do Dia
Eu, você, seu amigo, aquele cara lá da outra rua. Diga alguém que acreditava no acesso do Figueirense até antes do clássico contra o Avaí.

Há exatos 35 dias, o time perdia para o Icasa por 1 a 0 em Juazeiro do Norte, e se você procurar as manchetes dos jornais e comentários (inclusive desse blog), todo mundo dava o Figueira como eliminado. Até o pessoal do "Meu Figueira" fez campanha para que, no clássico, o time jogasse pela honra de melar a festa do rival, até então bem na fita na briga pelo acesso.

3 de novembro, um dia depois do feriado de Finados. O Figueira goleou o Avaí e ninguém imaginava o que ia acontecer pela frente. Reviravolta do time? Não. Um milagre. Os resultados foram colaborando, o time foi marcando pontos e, como num passe de mágica, a Chapecoense vence o Icasa em Juazeiro do Norte e coloca o alvinegro na condição de subir com uma vitória simples. Aí, na última rodada, o time não passa pelo Bragantino, mas o desmontado JEC mete três no Ceará e, de novo, faz tudo dar certo. Isso é milagre, não tem outra explicação. 60 pontos, marcando apenas cinco nas últimas três rodadas. Ano passado o quarto lugar subiu com 71.

Mas não é o tipo de milagre que coloca um time ruim lá dentro. Ainda que não seja um esquadrão, o time do Figueira é arrumado. Culpa de Vinicius Eutrópio, que juntou os cacos do time do "professor pardal" Adilson Batista e arrumou a casa. Era muita coisa pra fazer, e deu tempo. Não é um timaço, mas não dá pra dizer que é um time bagunçado em campo. Deu pra organizar.

Também dá pra dizer "Ah, os outros times foram incompetentes". Foram sim, e como. Olha o Joinville, que fez tanta lambança e acabou a um ponto do G4. Se são quatro vagas, e uma está tão perto, não interessa se tem que jogar bem ou mal. Jogue para chegar lá. Sem mala preta, branca, azul ou verde. O Figueirense chegou lá, quando ninguém acreditava, de volta a Série A. Tem que comemorar, mas mudar muita coisa.

E se você, torcedor do Figueira, é religioso, o seu santo é forte. Tudo, absolutamente tudo, conspirou a favor. Um mês de novembro abençoado, talvez o mais iluminado dos mais de 90 anos da história do clube. Tem que festejar muito, talvez mais do que a maior festa que já aconteceu. Parabéns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário