domingo, 22 de dezembro de 2013

Heroínas do handebol


Quem nunca jogou handebol na escola aí atire a primeira pedra.

Em um país excessivamente futebolista, o esporte que quase todo mundo praticou nas aulas de educação física nunca teve muita expressão. A Liga Nacional não tem toda aquela visibilidade, apesar de Santa Catarina ter dois dos maiores times femininos do país, em Concórdia e Blumenau. Nesse cenário que a seleção brasileira surpreendeu o país nesta semana, quando se descobriu que, lá na Sérvia, tinha um time verde e amarelo jogando uma final de campeonato mundial.

E não foi tarefa fácil. O maior público da história de um jogo da modalidade, na casa do adversário. Uma vitória em que o time brasileiro comandou o placar a maior parte do tempo, e traz para o país um título inédito que chama a atenção não só para o handebol, bem como para todas aquelas modalidades que se sentem "alijadas".

Com Duda, jogadora blumenauense eleita a melhor do campeonato, as meninas do handebol do Brasil deram o seu recado e fizeram história.

Tudo o que eu escrever aqui vai ser pouco. Parabéns às jogadoras campeãs mundiais daquela modalidade que eu era goleiro e tomava muita bolada nos tempos de escola.


Nenhum comentário:

Postar um comentário