sexta-feira, 19 de abril de 2013

Hémerson apareceu, fez bonito e classificou

Atual campeão catarinense, o técnico Hémerson Maria vai construindo sua carreira longe do Avaí. Passou pelo Red Bull de São Paulo e depois encarou uma carne de pescoço: tirar o CRAC de Catalão da zona de rebaixamento do campeonato Goiano.

Missão dada, missão cumprida. Com vários jogadores conhecidos em Santa Catarina, como o atacante Pantico, o lateral Rodrigo Crasso, o goleiro Aleks e o meia Jonathan, Hemerson conseguiu livrar o time da degola no estadual e, de quebra, patrolou o Náutico (de Silas) na primeira fase da Copa do Brasil, eliminando um time de Série A com uma vitória um empate.

Classificação com o time jogando um bom futebol. Seu trabalho apareceu, ele recebeu elogios da imprensa e seu nome vai subindo de patamar. Está mostrando personalidade. Tem tudo para crescer.

Pela sua simplicidade e competência, torço muito por ele.


quinta-feira, 18 de abril de 2013

Transmissões do final de semana: só o JEC sem TV

E-mail enviado pelo Premiere FC confirma que os jogos Avaí x Camboriú e Juventus x Figueirense, pela última rodada do returno do Estadual, terão transmissão ao vivo. O jogo Criciúma x Metropolitano vai ao ar apenas na TV Aberta. Já Guarani x Joinville vai ao ar apenas no radinho.

Só que o canal mandou um email para seus assinantes divulgando a transmissão dos jogos. E o estagiário trocou as bolas colocando time gaúcho como adversário do Figueira. Aí não dá:



Classificação suada do JEC. O Santos vem aí

Carlos Junior / Notícias do Dia
A grande maioria das quase 9 mil pessoas que foram à Arena Joinville esperavam um jogo fácil contra o Aracruz. Não foi, a partida foi bem tensa. Um a zero, gol de pênalti, com um homem a mais o segundo tempo todo. E olha que o time capixaba teve umas duas boas chances de provocar uma catástrofe fora de casa.

Tem coisas de Arturzinho que eu não entendo. As vezes tenho a impressão de que a "família 2011" não pode ser desmontada. Alguns fatos: ainda não sei qual a função de Ricardinho no time. O capitão do time campeão da Série C é volante ou meia? Perdido em campo, ele parece não ter posição definida, e o time inteiro cai de rendimento. Jailton é outra insistência que o técnico mantém. Sabe que a torcida não gosta dele, o próprio jogador não colabora e o time perde muito.

Resumindo: o JEC passou. Suado mas passou.

Vem aí o Santos, e o time vai ter que jogar muito mais se quiser ter alguma chance. Menos mal que os jogos vão acontecer na preparação para a Série B, e o presidente Nereu Martinelli tem a chance de reforçar o time no mercado, principalmente tentando arrumar o meio-campo.

Promessa de casa cheia. A 100 reais o ingresso, o tricolor vai fazer um caixa extra.


terça-feira, 16 de abril de 2013

Ingresso salgado para Joinville x Santos

Claro que ainda faltam noventa minutos na Arena e na Baixada, mas o torcedor do Joinville já vive a expectativa de um confronto contra o Santos pela segunda fase da Copa do Brasil, que deve acontecer nos dias 1o. ou 8 de maio, na Arena.

E o presidente Nereu Martinelli já avisou: caso o confronto aconteça (e só não vai acontecer numa zebra enorme), os ingressos custarão 100 reais a descoberta. Cenzão. Mais que o dobro do que é cobrado atualmente.

Claro que vai vir o discurso do "Seja sócio que paga menos" para essa partida. Os torcedores santistas, que são muitos em todo o Brasil, poderão não vir pro jogo, que deverá passar na televisão. Até onde essa estratégia do tricolor dará certo?

E não podemos esquecer de mencionar que, caso o Santos vença o jogo de ida por 2 gols de diferença, leva pra casa 60% da renda. Aí vai ser a tragédia completa.


domingo, 14 de abril de 2013

Resta uma vaga na última rodada

O Criciúma fez o principal resultado do domingo no Estadual. Venceu o Figueirense no Scarpelli e encaminhou o título do returno. Decidirá em casa contra o Metropolitano a chance de possivelmente enfrentar o Avaí na semifinal, com o segundo jogo em casa.

Possivelmente, porque o Avaí não vai perder para o Camboriú em casa. Se empatar, Joinville e o próprio Metropolitano tem chance de beliscar a vaga.

A Chapecoense já garantiu a final em casa, caso chegue lá. Vai enfrentar o Figueirense na semifinal com o segundo jogo no Oeste, e caso passe, ninguem poderá o alcançar na classificação geral.

Os confrontos estão definidos, com uma pequena chance de mudança. O rebaixamento também, com a queda do Guarani, que acompanhará o Camboriú na segundona do ano passado.

O Ibirama, se vencer em Chapecó, leva o returno se o Criciúma não perder para o Metropolitano. O Tigre, por sua vez, está classificado de um jeito ou outro.

O campeonato promete esquentar, finalmente, nesta última rodada. Não salva o resumo de tudo, com a baixa qualidade técnica. Mas tenho que aceitar que a coisa promete melhorar um pouco daqui pra frente, com a chegada das finais. E como ninguém conseguiu disparar, não há favorito, apesar do Criciúma ter engatado uma reação que precisar ser acompanhada com carinho, pois o time cresceu na hora certa.