quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Professor Drubscky vai embora sem ensinar nada

No JEC ele era chamado de Professor Pardal e Mister M. Foi para o Criciúma e seguiu o mesmo roteiro do antigo emprego, com um time desorganizado, misturado com invenções malucas e sem manter qualquer tipo de sequência. Some-se aí as más atuações de um time que está no G4, mas não convence em campo. O empate com o Marcílio Dias foi a gota d'água. Ricardo Drubscky acabou demitido.

O Criciúma jogou fora praticamente dois meses de preparação para o Brasileiro com um treinador que assiste um jogo que só ele vê. Pra piorar, ficou ranzinza nas entrevistas coletivas e arrumou briga com meio mundo. Vivia pedindo paciência, algo que não existe nem pra diretoria, muito menos pro torcedor.

Drubscky não foi piloto suficiente para o cargueiro repleto de estrelas do Tigre. O time tem grandes chances de classificação para as finais e um elenco caríssimo e qualificado. Falta agora alguém que saiba conduzir o avião para um voo seguro e sem turbulência.

2 comentários:

  1. Quando soube da sua contratação. Falei...Não chega a lugar nenhum...Dito e feito!

    ResponderExcluir
  2. Olha so, l no Goias ele tá matando a pau

    ResponderExcluir