quinta-feira, 3 de abril de 2014

Figueirense x Joinville, as decisões: parte 2, 1984 e 2006, a única final

JEC x BEC / Foto: site Nasceu Campeão
Continuando a contar um pouco da história dos encontros decisivos entre Joinville e Figueirense, hoje é vez de 84 e 2006. Uso o termo "encontros decisivos" por que decisão mesmo só aconteceu uma, em 2006. Não dá pra considerar uma última rodada em pontos corridos como uma final, até por que existiram outros times envolvidos e não tinha um "jogo de ida" imediatamente antes da decisão propriamente dita.

A máquina tricolor que dominou o futebol em Santa Catarina nos anos 80 continuou seu reinado que vinha desde 1978 e que só acabaria dois anos depois. Novamente um quadrangular que decidiu o caneco, sem decisão.

Regulamento longo, cansativo. O Joinville venceu dois dos três turnos (Taça Governador, contra o Figueira, e J. A. Rebelo, contra o BEC) e teve que jogar o quadrangular final, contra a dupla da Capital e o Blumenau. Classificado com um ponto extra, o JEC chegou à última rodada na mesma situação do ano anterior: precisava de um empate no Scarpelli para levar o caneco. Assim aconteceu. Os momentos finais do jogo, abaixo, onde foi executado pela TV o hino da cidade de Joinville:



Os times só voltariam a se enfrentar em 2006, aí sim, em uma decisão em duas partidas. O Joinville não começou bem o campeonato, classificando-se em quarto lugar na primeira fase, mas encontrando seu rumo entre os oito melhores. Do outro lado, o Figueirense (que mandou algumas partidas da primeira fase em Lages) classificou em primeiro no seu grupo, caindo na mesma chave do JEC na segunda fase. Na outra chave, classificaram-se Atlético de Ibirama e Juventus, duas surpresas.

Nas semifinais, o Joinville bateu o Juventus, e o Figueirense derrotou o Ibirama com duas vitórias cada.

Na primeira final, em 2/4/2006, a primeira acontecida na Arena Joinville, que completa 10 anos em 2014, o Joinville reverteu a vantagem alvinegra, vencendo pelo placar de 2 a 1. Uma semana depois, em um Scarpelli lotado, o Figueirense não só foi atrás no placar como aplicou 3 a 0 no adversário, gols de Cícero, Soares e Fernandes. O terceiro gol, marcado pelo maior artilheiro da história do alvinegro, abaixo:


Então é isso. Considerando apenas as finais em ida e volta, Joinville e Figueirense vão se encontrar pela segunda vez em busca do título estadual.


Nenhum comentário:

Postar um comentário