sábado, 31 de maio de 2014

A autoanálise do JEC depois da derrota em Recife

O Joinville perdeu para o Santa Cruz em Recife de forma absolutamente justa. O jogo até estava equilibrado, mas Tartá resolveu fazer duas lambanças em dois minutos para acabar expulso. Aí o time acabou em campo e foi presa fácil para o adversário.

Sem a dupla de zaga e Jael na frente, algumas constatações precisam ser feitas, principalmente internamente, como uma grande autoanálise. Falta um jogo para a parada da Copa (e só uma hecatombe para o time perder para o péssimo Vila Nova sexta que vem), o time deve ir para a pausa com 20 pontos, o que não é ruim. Mas poderia ser uma campanha melhor, principalmente nos jogos fora de casa.

Há um problema para Hemerson Maria resolver no meio-campo, com Marcelo Costa jogando uma partida boa e quatro ou cinco ruins, um Tartá que corre, corre e não cria absolutamente nada. Sem Wellington Saci, a diretoria foi atrás de Eduardo Ramos e Everton, volante que pode atuar de lateral-esquerdo. O time precisa achar algo novo para evitar essa irregularidade. Há, também, uma dependência do bom volante Naldo, que carrega um peso enorme sob suas costas com a bola rolando. O time não consegue controlar a posse de bola.

Na zaga, Hemerson deve perder Rafael, que vai para o Oriente Médio. No ataque, Schwenck não mostrou muita coisa no lugar de Jael, que vai sofrer forte assédio de clubes da Série A que não tem atacantes de qualidade e precisam de alguém na B que possam ajudar.

O treinador também precisa explicar algumas coisas. Notoriamente ele tem algo contra a turma da base do JEC. Fernando Viana salvou a sua pele contra o América-RN em um jogo que o time não rendeu. Poderia ser titular. Entrou Schwenck, que não joga desde os tempos de Marcílio Dias, e que ainda ganhou a faixa de capitão. Gustavo Sauer é outro que só entrou em campo na última partida em casa, e que tem mais qualidade que Tartá, que todo mundo vê o que anda fazendo.

A campanha não é ruim. Mas tem coisa pra arrumar, ainda mais quando todos os times terão mais de um mês para arrumar a casa até a retomada do campeonato. O JEC não pode perder esse trem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário