domingo, 22 de junho de 2014

Por uma América unida

A Copa do Mundo chama a atenção pelos excelentes resultados da "bancada americana". Chile, Costa Rica, Estados Unidos e México se juntam aos tradicionais Brasil, Argentina e Uruguai como atrações a parte em algo que vai ser lembrado para sempre.

Agora pense reunir essa turma numa competição.

No tempo que o futebol da América Central inexistia, a Concacaf era algo insignificante. Hoje, a Liga Mexicana é muito forte, e a Major League Soccer cresce num ritmo sensacional. Tem estádio que recebe 30 mil torcedores em um jogo.

Hoje, a América toda pulsa. Há anos, o México disputa a Libertadores, por causa de interesses de patrocinadores. Então porque não colocar times americanos no bolo? Enquanto isso, tem time sulamericano de baixa qualidade que não passa da primeira fase.

A questão aqui é qualificar. Só que não dá pra esperar muito da gestão da Conmebol, que não se preocupa com segurança como devia e que faz coisas ridículas como convidar o Japão para a Copa América.

Se eles tem a Euro, nós podemos ter uma Copa América forte, com essa turma que está disputando a Copa, mais o Paraguai e os outros times menores.

Se isso for olhado com profissionalismo real, é um ótimo produto. Quem sabe pedindo uma ajuda de quem mais sabe organizar eventos esportivos no planeta, isso seja possível. Time bom de futebol, os americanos já tem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário