domingo, 27 de julho de 2014

Violência que não vai terminar

Reprodução / Notícias do Dia
Mais uma vez a BR-101 foi cenário de uma briga de torcida. Dessa vez, com perseguição em Barra Velha, mais de 30 km distante de Joinville. Segundo relatos, torcedores do JEC esperaram o fim da escolta da Polícia até o pedágio, cercaram o ônibus e rolou de tudo.

Na beira da 101, com um movimento enorme. Poderia ter respingado em alguém que não tivesse nada da história e passava pela rodovia, que estava bem movimentada. Eu passei por ali minutos depois do rolo. Ainda bem que ninguém morreu.

E sabe por que isso não vai terminar?

Porque as autoridades pouco ou nada fazem para RESOLVER de vez o problema. Utilizar o setor de inteligência, ir a fundo na história, agir em cima dos responsáveis. Provocações rolam a todo momento nas redes sociais, e no returno tem jogo de volta em Floripa. Tem que ir fundo no problema, e isso nunca foi feito. Se foi, nunca trouxe resultados efetivos. O caso de Barra Velha deve ter sido todo filmado pelas imagens da AutoPista Litoral Sul. Os carros são fáceis de identificar, pois passaram pelo pedágio. Será que vão pedir as imagens?

Não importa de quem é a culpa. Não foi a primeira e, pelo jeito, não será a última vez que isso vai acontecer. Nesse ano já teve um carro que foi tombado e incendiado por torcedores em Tijucas. Desse tipo de torcedor o futebol não precisa. Acabou o jogo, todo mundo que vá pra casa, e não pra BR fazer perseguição.

Com a falta de vontade para resolver o problema, as coisas vão ficar cada vez piores.

Pasmem, uma rodovia toda monitorada está virando praça de guerra de torcidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário