quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Os números que preocupam torcedores de Criciúma e Chapecoense

Fernando Ribeiro / Criciúma EC
Na noite em que o Figueirense teve azar mas garantiu mais um pontinho na Série A, os torcedores de Criciúma e de Chapecó se desesperaram mais um pouco.

Os números preocupam: a derrota para o Palmeiras foi a décima do Criciúma no campeonato, dez jogos sem vencer e um jejum de 637 minutos sem marcar um gol. Gilmar Dal Pozzo trouxe o discurso da confiança e falou em "conhecer o time". Ele não terá muito tempo pra isso. Precisa encontrar o encaixe do time, que pode até ir para a lanterna se o Bahia bater o Cruzeiro. Não adianta jogar bem se a rede do adversário não balançar e o resultado não aparecer, não é mesmo?

Já a Chapecoense sobrevive fora da zona de rebaixamento por causa dos critérios de desempate. Conquistou apenas um ponto nos últimos 12 disputados. Fez um jogo terrível contra o Coritiba. Tomou um gol logo no início, não se encontrou em campo e acabou perdendo de três. A diretoria precisa fazer um exame. Celso Rodrigues parece ter chegado ao seu limite.  O time que marcava forte e marcava uns gols não é o mesmo. Trazer jogadores? Um técnico experiente? O relógio toca e o pessoal de Chapecó tem que se mexer, antes que seja tarde.


Nenhum comentário:

Postar um comentário