terça-feira, 21 de outubro de 2014

Deu tudo certo para o JEC. G4 inalterado

Assessoria JEC
A vitória não foi fácil. Edigar Júnio fez o primeiro gol logo no início e o time do JEC parecia não querer marcar o segundo para evitar sustos. Acabou tomando um pouco de sufoco, mas o camisa 11 foi lá mais duas vezes para garantir três pontos importantes para o tricolor, que não pode reclamar da rodada.

Com as derrotas de Ceará, Vasco e Avaí, o time do Hemerson Maria abre uma vantagem de sete pontos para o quinto colocado. Vai para a Ressacada sem a obrigação de vencer, mas com um time que encontrou a forma de jogar sem Jael, o que era o principal desafio do treinador.

Edigar Junio assumiu essa responsabilidade. O time mudou a característica mas precisava de alguém que aparecesse mais para a turma da criação. Ele faz isso. Não tem o porte físico de Jael, mas iguala essa diferença com velocidade. Ganhou confiança e melhorou nas finalizações, um antigo problema que parece ter virado passado. Hoje, teve ao lado um Fernando Viana apagado. Quando Hemerson colocou Fabinho, encontrou mais facilidade. Três pontos garantidos e festa pra quase 12 mil torcedores na Arena.

É uma vantagem confortável que dá ao JEC a condição de garantir o acesso apenas vencendo seus três próximos jogos em casa. Mas se pontos vierem de fora, serão bem-vindos, até numa briga pelo título (há ainda um confronto direto com a Ponte Preta na Arena). Contra o Avaí está a chance de abrir ainda mais a vantagem e antecipar a festa do acesso lá no final.

Avaí que vai pressionado para o confronto regional de sexta. Perdeu o segundo jogo seguido, só não caiu fora do G4 por causa de mais uma derrota do Ceará, e precisará de uma vitória para não correr riscos. Perder em Campinas para a Ponte não é surpresa, já que o time do Guto Ferreira está muito bem arrumado, com 10 pontos conquistados nos últimos quatro jogos.

Começa a ser desenhado um outro cenário, com Ponte, JEC e Vasco conquistando três vagas e Avaí e Ceará numa luta ponto a ponto pelo último acesso. A boa notícia pro torcedor avaiano é que o Vozão vem numa má fase. É um time que já foi melhor, mas hoje não convence.



Nenhum comentário:

Postar um comentário