sexta-feira, 10 de outubro de 2014

JEC venceu jogando pro gasto, mas garantiu uma semana de paz

Assessoria JEC
Uma cabeçada de Edigar Junio deu a vitória do JEC sobre o fraquíssimo time do Vila Nova, atingido pelas dificuldades financeiras do clube e de uma motivação quase zero para entrar em campo.

Jogou mal, abaixo do padrão de um time que quer subir. Mas venceu, colocou fim na incômoda sequência sem vitórias e vai dar uma semaninha de paz para Hemerson Maria até o jogo contra o Ceará na semana que vem, onde a parada vai ser muito mais dura.

O tricolor enfrentou um time que se defendia em um amontoado. Nada muito diferente do que o time enfrentou nos útlimos jogos. O que me chamou a atenção foi a forma que o time se postou em campo. Parecia que a vitória viria sem muito esforço. Depois do gol perdido pelo Vila, a bronca comeu solta no intervalo, o JEC ganhou mais vontade e chegou ao gol que lhe garantiu o objetivo. Depois foi fechar lá atrás e garantir a vitória.

Sábado que vem é confronto direto contra o Ceará. Sem Ivan e Naldo, suspensos, mas com a volta de Anselmo. O time vai ter que jogar muito mais do que jogou em Goiânia, principalmente na parte da frente, onde está longe de imprimir o mesmo ritmo da época que Jael estava inteiro.

Mas depois da semana tensa, que teve gente querendo a cabeça do técnico e saída de diretor insatisfeito com decisões internas, a vitória tem um significado especial.

Semana que vem tem jogão na Arena.


Nenhum comentário:

Postar um comentário