sábado, 29 de novembro de 2014

Quem gosta de futebol nunca esquecerá esse dia. JEC campeão e Avaí na Série A

Assessoria JEC
29 de novembro de 2014.

Tem dias que tudo dá errado. Mas quando dá certo, sai de baixo.

Rodada que calou os críticos dos pontos corridos. Não tem emoção? Conta outra...

O JEC foi campeão perdendo o jogo em Itápolis e ajudado pelo Náutico, que não queria mais nada no campeonato, tem sérios problemas financeiros, e mesmo assim foi valente contra a Ponte Preta. Enquanto isso o Avaí venceu o Vasco e viu Icasa e Santa Cruz, outros dois times descompromissados, fazerem dois crimes.

Deu tudo certo, Santa Catarina com quatro times na Série A em 2015.

O Joinville é o melhor time da Série B, e precisou de ajuda pra levar o troféu. Levou o jogo com o Oeste com tranquilidade no primeiro tempo, até porque a Ponte estava perdendo. O gol de Cristiano deu um tilt no tricolor que não teve força nem calma para conseguir o empate. Em casa, o torcedor passava pro jogo de Recife. E se você não viu, não sabe a defesa que Julio César fez a 46 minutos do segundo tempo, salvando o Náutico e o JEC.

Tou junto com o goleiro Ivan, que disse "que com o JEC é sempre assim, sofrido". Mas não precisava tanto, né? Olhando pelo lado do merecimento, era claro que os comandados de Hémerson Maria conquistam o troféu com total justiça. Apesar de correrrem um risco enorme nos dois últimos jogos. Acabou, bora pra festa.

Eduardo Valente / Notícias do Dia
Enquanto isso, mais uma vez a máxima do "Esse Avaí faz coisa" veio a tona. Vamos ser justos que o time do Geninho fez um esforço enorme pra não subir. Acontece que os adversários também não, e iam deixando o Leão dentro do G4. Chegou a última rodada, e a receita do bolo: vencer e secar Boa e Atlético-GO. Marquinhos fez sua parte, e os adversários diretos não tiveram competência. Futebol tem disso, e no fim tudo conspirou a favor, mesmo com uma sequência de problemas que puxaram o time pra trás.

O torcedor avaiano ganha um enorme e inesperado presente de Natal e a diretoria terá um ano com orçamento bem maior para enfrentar uma temporada que anunciava ser complicadíssima em caso de permanência na B. Que bons ventos soprem para o time azul no ano que vem, sob a bênção de Nossa Senhora da Ressacada.




Nenhum comentário:

Postar um comentário