quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Vitória que convenceu

* Publicado no jornal "Notícias do Dia" de 19/02/2015
Por mais que o técnico Argel venha vendendo a imagem que tudo está perfeito no time do Figueirense, era notório que muita coisa ainda existia para arrumar. O jogo contra a Chapecoense era uma boa oportunidade para medir a temperatura do time e ver como ele se comporta contra um adversário direto ao título no hexagonal. O resultado, além de colocar o time na liderança e com vaga garantida na fase final, foi uma ótima prova de autoafirmação. O time melhorou muito, sim.
Nesse teste o time alvinegro passou com louvor. Jogo disputado, com jogadas duras e um adversário criando oportunidades em todas as partes do campo. No primeiro tempo a partida foi igual, com Thiago Heleno salvando um chute do time da casa em cima da linha e duas chances desperdiçadas no ataque em falhas da defesa verde. O detalhe que resultou na vitória alvinegra saiu de um fundamento que, se bem treinado, vira uma arma poderosa. A saída para o contra-ataque pegou a zaga da Chape completamente revirada, o que permitiu o toque de bola até o chute certeiro de Clayton. Daí foi segurar o resultado e trazer os pontos para casa.
Não foi uma atuação perfeita, mas a vitória deve ser muito comemorada pela entrega e evolução do time. Agora, Argel tem tempo para azeitar a máquina em quatro rodadas até a chegada do hexagonal.
Uma ótima chance
Os resultados da rodada de ontem colaboraram, e o Avaí ganhou uma ótima oportunidade de sair da parte de baixo da tabela e até arrumar um lugar no grupo dos seis que se classificam. Se vencer o Metropolitano por 2 gols de diferença, o Leão deixa a lanterna e termina a rodada no G6. Mas se perder, o time de Blumenau vai para terceiro e a distância para o sexto colocado será de três pontos. É uma pressão diferente, onde o time sabe que não pode errar, já que a vitória significa sair do buraco e ver a situação melhorar bastante. Com a volta de Roberto, Geninho vai colocar três atacantes para enfrentar o Metrô. Pintou a chance de dar uma reviravolta no clima pesado que paira na Ressacada. Não dá nem pra pensar em desperdiçar essa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário