terça-feira, 26 de maio de 2015

A importância de uma boa arrancada

* Publicado no jornal "Notícias do Dia" de 26/05/2015

A frase já é conhecida: uma vitória na primeira rodada vale os mesmos três pontos da última. Em cima dessa máxima, e em um campeonato que até agora não mostrou grandes jogos nem super times, conseguir pontuar em cima daqueles times grandes que vão se ajeitar com o andar da temporada é muito importante. A Chapecoense cumpriu bem a tarefa até aqui, vencendo os dois jogos que teve em casa, sendo o último contra o Santos, campeão paulista e com plenas condições de brigar por uma vaga na Libertadores. O que não quer dizer que Vinícius Eutrópio tem um time perfeito em mãos. Há muito trabalho pela frente.

O Avaí já tinha feito um bom jogo contra o Santos, e contra o Flamengo voltou a mostrar sinais da sua evolução. Venceu com um gol irregular, mas conquistou três pontos muito bem-vindos sobre outro time grande que vai levar um tempo para tentar se arrumar. Já o Figueira não mostrou brilho algum contra o Grêmio, repetindo o jogo contra o Vasco no Scarpelli, quando o time continuou deixando muito a desejar do meio para frente. Esse problema da armação precisa ser solucionado o quanto antes. Um clube que disputa o melhor campeonato do país não pode ficar tanto tempo assim sem uma solução convincente no meio-campo.

O Joinville é a grande decepção até aqui. Não marca um gol há seis partidas, somando o estadual e o brasileiro. Pior: parece que ainda não percebeu que está na Série A. Um time sem alma, que parece assustado em algumas situações e que não produz nenhuma jogada coletiva no ataque mesmo com a presença de Marcelinho Paraíba, que não disse até agora a que veio.

Ainda há um longo caminho pela frente, com tempo suficiente para que todos se recuperem. Mas é bem melhor um time conseguir pontos importantes para fugir da degola conquistando bons resultados no início do campeonato do que passar pela estafante pressão da reta final, onde os jogos ganham um caráter decisivo muito maior. Por enquanto, só o torcedor de Chapecó terá dias um pouco mais tranquilos. E outra prova de que o Brasileirão ainda não esquentou é que apenas dois jogos tiveram vitórias dos visitantes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário