terça-feira, 2 de junho de 2015

Em busca de afirmação

* Publicado no jornal "Notícias do Dia" de 02/06/2015
Atlético-PR, Sport, Goiás, Ponte Preta e Avaí são aqueles clubes do chamado grupo dos pequenos que melhor aproveitaram essa arrancada da Série A. Ambos vem aproveitando muito bem a instabilidade da turma de maior orçamento. O time de Gilson Kleina deu uma boa prova vencendo o Flamengo na semana passada e, com muita coragem, acabou batendo o Coritiba fora de casa em um "confronto direto" daqueles que, num primeiro momento, brigam pela permanência na Série A. O jogo de amanhã contra o Atlético-MG promete ser o mais difícil até aqui. O Galo vem de uma atuação convincente na vitória sobre o Vasco e mostra o futebol mais interessante entre os grandes. Kleina já achou o caminho para a evolução do time. A receita é manter o ritmo e a disposição que o time vem mostrando.
O Figueirense não está tão bem na tabela, mas venceu o atual campeão brasileiro em um momento importantíssimo, quando precisava vencer para sair da zona de rebaixamento.  O time teve a tão aguardada volta de Rafael Bastos, o camisa 10 que o time tanto precisa. Sua lesão deu a chance para a estreia de Carlos Alberto, que teve estrela e marcou o gol da vitória. Seria ele a solução dos problemas? Não sei, é muito cedo para avaliar algum jogador com apenas uma partida. Mas sem dúvida, a vitória sobre um dos times com potencial de título mas que ainda patina na classificação dá tranquilidade. Pela frente um confronto direto contra o Atlético-PR, que é líder do campeonato com um futebol de forte marcação e saídas rápidas para o contra-ataque. E assim como o Avaí calou o Couto Pereira, há uma chance considerável do Figueira fazer o mesmo na Baixada.
No STJD
O Joinville já tem uma estratégia definida para o julgamento no STJD que definirá o rumo do Campeonato Catarinense. O clube contratou o advogado Domingos Moro, que vai apresentar não somente o argumento de que André Krobel não entrou em campo no jogo contra o Metropolitano, mas que uma mudança do resultado do campo seria extremamente prejudicial à imagem do campeonato e o transtorno que a remarcação de partidas poderá ocasionar. Ainda não há uma data para que a análise do caso no tribunal aconteça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário