domingo, 5 de julho de 2015

Jubal estragou a festa na Ressacada

Jubal, Jubal.... Como você comete uma ingenuidade dessas aos 45 minutos do segundo tempo? De costas pro gol, bola dominada, perde e ainda faz pênalti? Isso é básico do futebol. Cerca, protege, fecha espaço.... mas não dá carrinho na área!

Estragou uma festa pronta, de um time que fez uma baita partida, conseguiu se recuperar de uma falha coletiva da zaga no primeiro tempo, não perdeu a cabeça e conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. No segundo, foi suportando a pressão crescente do líder do campeonato, com tudo para tirar a invencibilidade do time de Recife, com William botando bola na trave para lacrar o caixão. Aí o Jubal...

Eram três pontos contra um dos melhores times do campeonato. Dois voaram e acabaram virando um empate dolorido dentro de casa.

Gilson Kleina está de parabéns pela forma que armou o time, com marcação precisa, bem postado em campo, fazendo por merecer a vitória, conseguindo fazer o time render sem Marquinhos. Só não contava que um jogador seu fosse entregar o ouro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário