domingo, 12 de julho de 2015

Muitos erros e mais uma decepção do JEC

Carlos Junior / Notícias do Dia
Mais uma derrota do Joinville em casa no Brasileirão. E desta vez, para o time reserva do Internacional, que não mostrou nada de espetacular. Teve erro de arbitragem? Teve sim, o pênalti que resultou no segundo gol foi inexistente.  Mas o que o JEC fez para ter um final diferente? Nada. Faltou proposta, faltou organização, faltou tudo.

A escalação inicial foi polêmica. Alegando problema clínico, Mário Sérgio foi sacado do jogo, para a entrada de Dankler, um zagueiro, cuja escalação é reconhecidamente errrada. O problema é que Adilson Batista não gosta de Suéliton, que foi liberado para o Figueirense. Aí você olha para o banco de reservas e ele nem se dá ao luxo de colocar Marcelinho Paraíba ou até Trípodi como opções. Complica.

Jogo desorganizado, sem brilho, sem a entrega da vitória sobre o Figueira. Esse foi o resumo. É uma irresponsabilidade jogar a culpa no pênalti que não houve.

Houve mais uma chance de sair da lanterna e o time desperdiçou. Já tem torcedor jogando a toalha.




Nenhum comentário:

Postar um comentário