domingo, 27 de setembro de 2015

O alerta para os quatro catarinenses está cada vez mais forte

De 12 pontos disputados, só o Joinville conseguiu somar um, que não muda muito sua crítica situação no Brasileiro. 

Os confrontos eram complicados e a situação voltou a se agravar, não no número de pontos, mas por causa da vitória do Vasco sobre o Flamengo, que fez o time de Jorginho encostar no Figueirense, que pode cair para a penúltima posição caso perca para o Goiás e os cariocas baterem o Avaí na Ressacada, além de ganhar uma moral maior nessa luta na parte de baixo com sua quarta vitória em cinco partidas.

Avaí e Figueirense foram presas fáceis para Grêmio e Corinthians. Em Porto Alegre, o tricolor gaúcho aproveitou a tradicional inconstância da zaga avaiana e construiu um 2 a 0 com apenas 23 minutos. Daí pra frente foi só administrar. No Scarpelli, o Figueira pegou o melhor time do campeonato, o que por si só já é algo forte. O problema é que o time não mostrou combate algum, fraquejou no ataque e com pouca (ou nenhuma) articulação pelas laterais.

Mesmo sem ser chamado, o presidente Wilfredo Brillinger foi para a coletiva, o que já é um indicativo de grave crise. O time não vem respondendo e a situação vai se complicando.

Em Recife, a Chapecoense continua com sua crise de identidade, principalmente fora de casa. Tomou um gol numa falha de escanteio e o golpe final no segundo tempo. Poderia ter saído do Z4, mas vai pegar o Palmeiras em casa no domingo com pressão ainda maior, tendo o jogo contra o Libertad no meio da preparação. A maratona é dura, com partidas contra Vasco e Grêmio na sequência.

O JEC voi valente e empatou um jogo que até poderia empatar, se tivesse feito a tarefa de casa contra adversários diretos em outras rodadas. No fim, o resultado não ajudou em nada. O rebaixamento parece ser questão de tempo. Vai ao Maracanã domingo de manhã enfrentar o Flamengo.

No próximo final de semana, dois jogos importantíssimos: o Avaí pegando o emergente Vasco em casa e o Figueira indo a Goiânia enfrentar um Goiás ainda irregular.

Torcedores começam a levantar a temida possibilidade dos quatro catarinenses caírem. Ela existe e é bem considerável, principalmente com a subida do Vasco. Cada qual tem os seus problemas, não cabe aqui ficar comentando os quatro coletivamente. Mas ambos precisam de uma arrancada para ontem. Falta futebol. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário