domingo, 13 de setembro de 2015

Três derrotas e a vitória polêmica do Avaí. Briga contra o rebaixamento praticamente não mudou

Petra Mafalda / Notícias do Dia
André Lima atropelou o goleiro do Goiás no final do jogo na Ressacada. Uma falta indiscutível, dentro daquela máxima do "goleiro intocável na pequena área". O juiz carioca não pensou assim, e o Avaí conquistou uma vitória improvável. Perdia o jogo e esbarrava numa parede de jogadores goianos. Conseguiu o empate numa boa cabeçada de Emerson e a virada num lance que vai ser bombardeado em todas as discussões no país.

No fim, a vitória foi o único fato relevante na briga contra o rebaixamento. Tirando o Vasco, que ainda está bem atrás, foi o único time que venceu na turma que luta contra o Z4. Isso até pode ser levado como boa notícia para os outros, já que o Goiás não conseguiu abrir vantagem.

Foi uma rodada em que nenhum catarinense jogou bem. Nem para o Avaí a vitória serve como algum tipo de esperança que a situação melhorou. Até os 39 do segundo tempo era de um cenário desolador.

No sábado. o Figueirense perdeu todo o espírito de garra pregado por Argel e assistiu o Palmeiras jogar. Na manhã de domingo, o JEC de PC Gusmão parece ter perdido o gás depois daquela novidade que causou uma reação que trouxe um pouco de esperança. Bobagem, o time foi um sono contra a Chapecoense e pouco fez contra o Corinthians. Depois, a Chapecoense continuou sua derrocada contra o Flamengo. Perdeu o rumo. Deve perder o treinador nesta segunda.

Existe um cenário que começa a ser repercutido e que não queremos ver, que são três times catarinenses no Z4 ao lado do Vasco. A verdade é que nenhum time convence no momento, enquanto outros conseguem engatar arrancadas. Faltam treze rodadas e muita unha pra roer. Fiquei muito preocupado com o que vi ontem e hoje.

O meio de semana reserva um clássico na capital que tem vários ingredientes a mais pela rivalidade, somado à importância dos três pontos. O Joinville vai pegar um Sport que venceu, mas tem uma das piores campanhas nas últimas dez rodadas, e a Chapecoense vai ao Morumbi enfrentar o irregular São Paulo, que vem de grande vitória em Porto Alegre.

A maratona de setembro vem sendo implacável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário