terça-feira, 17 de novembro de 2015

Os pontos corridos no Estadual

Os clubes decidiram pela fórmula de pontos corridos no próximo campeonato catarinense, o que eu entendo ser uma escolha corajosa, mas que tem suas vantagens. É um tipo de campeonato fácil do torcedor entender, com garantia de número de jogos para todos.

Pode ser que tenha final, se a FCF der um jeito com a CBF para arrumar mais uma data que faça possível a realização das decisões. Espero que, para o ano que vem, os clubes não se esqueçam de colocar no regulamento a possibilidade de título direto para quem levar os dois turnos, para evitar a piada nacional que aconteceu no passado.

O cenário mais provável é o de turno e returno sem decisão, igual ao campeonato brasileiro. É necessário avaliar os prós e contras. Por um lado, o time mais regular será premiado com o título e os piores acabarão rebaixados. Em outro aspecto, há a possibilidade de partidas serem esvaziadas no segundo turno caso os times já não tenham mais chances. De repente, um time que joga a Copa do Brasil pode botar um reservão no Estadual, e aí o público será pequeno.

É uma análise um pouco diferente do Brasileiro, onde tem vagas da Libertadores e sul-americana em disputa, o que vale muito, e quatro rebaixamentos. Aqui teremos um campeão, dois rebaixados, e vagas na Copa do Brasil, que não são tão obrigatórias assim já que os clubes das séries A e B tem a saída do ranking caso não consigam a vaga pelo catarinense. Para Brusque, Camboriú, Inter, Metropolitano e Ibirama, é prato cheio.


Nenhum comentário:

Postar um comentário