terça-feira, 8 de dezembro de 2015

A menos de dois meses do campeonato, sai Ibirama, entra Guarani

A desistência do Atlético de Ibirama pela segunda vez mostra aquele lado sombrio do futebol catarinense, onde nem tudo são flores fora das séries A e B.

Uma irreponsabilidade sem tamanho. O time vai, participa da reunião, decide sobre o campeonato, sai na tabela e resolve cair fora, jogando a bomba em outro clube, que vai ter que se virar para montar time, arrumar o estádio e achar dinheiro.

Na minha opinião, a FCF errou. Deveria ter subido o Tubarão, e eu explico o porque. Quando aconteceu aquele problema com a Chapecoense em 2010, o campeonato não havia encerrado. A licença do Ibirama veio antes da decisão e, alegando isso, a FCF jogou o Atlético para a lanterna e segurou a Chape na primeira divisão. No mesmo ano, o Próspera desistiu de participar da segunda divisão. A Federação chamou o Guarani, vice-campeão da terceira do ano anterior. Que coincidência.

Em 2014, outro caso semelhante na segundona. Alegando falta de recursos, o Imbituba anunciou desistência. A FCF, então, chamou o Blumenau, vice da terceira do ano anterior. Como se vê, o pessoal lá mudou de ideia.

Enfim, será o Guarani e está decidido. Terá que correr contra o tempo para se preparar para o campeonato. Sinceramente, não sei se esse acesso relâmpago é tão bom negócio assim. Penso que não foi tão ruim para o Tubarão, que perde um concorrente forte na segundona (deverá subir o novato NEC Litoral, de Itajaí) e poderá se planejar tranquilamente para subir em boa condição em 2017, onde entra como um dos favoritos.

Essas coisas que eu não consigo entender. Os clubes possuem uma associação, onde deveriam resolver todas as questões inerentes ao campeonato e até buscar estabelecer padrões de qualidade. Não se acertam e aí acontece uma coisa dessas que, mais uma vez, vai pro noticiário nacional para manchar o coitado do campeonato estadual, que foi decidido no segundo semestre depois de uma novela no tribunal.

Agora, espero que o Atlético de Ibirama seja severamente punido pelo que fez. Pela segunda vez, resolve bagunçar o campeonato.



Nenhum comentário:

Postar um comentário