quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Rafael Costa volta com muita expectativa, mas vai ter que trabalhar

Depois de uma saída do Avaí comemorada pela torcida, Rafael Costa encontrou em Blumenau a paz necessária para se recuperar. Foi artilheiro do Estadual em 2012 (junto com Aloisio Boi Bandido) e 2013. Foi para o Figueirense, e de lá para a Coreia. Retornou para a Ponte Preta, onde fez 10 gols na temporada. Nereu Martinelli negociou muito, e ele foi anunciado hoje.

A carreira de Rafael no futebol pode ser dividida em duas, antes e depois do Metropolitano, que o acolheu, acreditou e permitiu que ele voltasse a crescer. Foi esse jogador que o JEC apostou, e que espera fazer o torcedor não sentir falta de Edigar Júnio.

É um reforço interessante, sem dúvida. Mas não é unanimidade do ataque do time, que vem de um título nacional e com atacantes de qualidade que ficaram para 2015. Terá que trabalhar para conquistar o seu lugar.

Ponto para o presidente que venceu a concorrência e garantiu o jogador. Chega com empréstimo até o fim do ano.


terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Olho na Chapecoense!

Essa temporada 2015 com a permanência da Chapecoense promete ser interessante.

A conta é a seguinte: no ano passado, o clube não usou toda a cota disponível em contratações. Separou uma parte para pagar dívidas e terminar o CT. Com o clube totalmente saneado financeiramente (coisa raríssima no Brasil), o trabalho para este ano foi facilitado. Fala-se em um aumento de 30% no orçamento. É um caminhão de dinheiro.

O Verdão passou por um estágio bem complicado. Pegou um primeiro ano de Série A sem nem esquentar o lugar na B. Todos aqui no Estado sabem da capacidade da turma lá do oeste de contratar, mas eles apanharam um pouco no principal campeonato do país. Como os adversários deram a brecha, houve tempo hábil para uma reação que veio na reta final com a volta de Celso Rodrigues e empurrado por jogadores que estavam lá e resolveram jogar ou vieram com o campeonato andando e ajudaram bastante.

Acompanhar essa montagem da Chape em sua segunda temporada na elite vem sendo muito curioso. A escolha do técnico foi acertada. Vinicius Eutrópio sabe o que faz e ao mesmo tempo foge daquela imagem do técnico medalhão ou maluco.

As contratações de atletas vêm na contramão dos adversários de SC. Enquanto os outros agem com cautela, sem muita pressa para completar o elenco, a Chapecoense amarra acordos e vai trazendo gente que, no papel, vão ajudar muito. Nem todos me parecem úteis. William Barbio, por exemplo, é um problema que o Vasco tenta dar um jeito de ficar empurrando pra tudo que é time até acabar o contrato. Mas veio gente boa, em algumas negociações que não vão fazer o clube pagar todo o salário. O zagueiro Vilson, os volantes Gil, Elicarlos e Maylson, o meia Maranhão e os atacantes Roger e Ananias são as provas de que esse time quer surpreender.

A italianada lá do oeste não brinca em serviço. Se organizou, tá com dinheiro em caixa e quer ir longe.



As primeiras novidades

* Publicado no jornal Notícias do Dia de 06/01/2015

O futebol catarinense foi alvo da imprensa nacional no último mês, principalmente pelo fato dos clubes terem bons resultados com orçamentos infinitamente menores aos grandes. É baseado nessa filosofia que, nessa segunda-feira (5), no início da nova temporada, apareceram os primeiros reforços para 2015. Sem loucuras e analisando as oportunidades, em um Estadual que promete ser de nível melhor que o do ano passado.

A Chapecoense chama a atenção pelo grande número de novidades. Com um orçamento previsto de R$ 40 milhões na temporada, o presidente Sandro Pallaoro diz ter uma capacidade de investimento 30% maior em comparação a 2014, quando separou boa parte do dinheiro para pagar dívidas. O Verdão perdeu Leandro e Fabiano, manteve o bom goleiro Danilo e foi ao mercado trazendo os atacantes Ananias, Roger e William Barbio, o volante Maylson e o zagueiro Vilson. Negueba e Muralha, fora dos planos do Flamengo, podem chegar também. Uma lista grande de novos nomes para o técnico Vinícius Eutrópio administrar logo no início do ano.

O Joinville voltou ao trabalho sem nenhuma contratação de peso. O Tricolor do Norte anunciou cinco jogadores, entre eles o volante Geandro, que disputou a Série B pelo Bragantino; e o lateral Luis Felipe, ex-Criciúma. O presidente Nereu Martinelli deixou claro que o clube não deixará o Estadual de lado, lutando para conquistar um título que não vem desde 2001. O mesmo dá para dizer do Avaí, que acertou em cheio ao repatriar Carlos Arini, demitido pelo ex-presidente Zunino, em 2012. O trabalho ainda está começando e o mercado está muito movimentado. Tem muito jogador se achando craque e que está pedindo valores absurdos. 

Com critério de escolha e profundo conhecimento de mercado dá para garimpar bem atrás de bons nomes. Sem pressa, porque o ano está só começando.

Grande oportunidade

São muito comuns na Europa e na Argentina os torneios de verão reunindo as principais equipes que estão em pré-temporada. Santa Catarina tem uma grande oportunidade de fazer algo parecido. Com milhares de turistas na área e bons estádios na proximidade do litoral, realizar jogos desse tipo seriam muito bem-vindos. Bem melhor que aquelas peladas de final de ano sem graça.


domingo, 4 de janeiro de 2015

O Ranking "BdR" do Futebol Catarinense em 2014

Ano novo, e o Blog volta a ativa.

Abrindo a temporada, o Blog do Rodrigo apresenta o seu ranking de clubes pelo sexto ano consecutivo. O Ranking "Blog do Rodrigo do Futebol Catarinense 2014" traz, com base nos resultados de cada clube na temporada, a classificação dos melhores do Estado.

Tem uma diferença básica para o ranking da CBF, que conta apenas competições nacionais, enquanto este também conta o Estadual. Este exercício serve para ver o andamento dos clubes dentro do cenário doméstico, somando suas atuações a nível nacional com o torneio do primeiro semestre. Também mostra todos os times que estão em atividade em Santa Catarina ou estiveram até 2012 em qualquer divisão.

Quem não passou pelo Blog antes, o ranqueamento do ano passado está aqui, e os critérios de cálculo estão no post anterior a este.

 Cálculos feitos, vamos à classificação. Algumas explicações vão junto, e em parênteses vão a pontuação e a colocação no ano anterior.


RANKING "BLOG DO RODRIGO" DO FUTEBOL CATARINENSE 2014

1) Figueirense: 43,31 pontos (2013: 3o. com 42,01): O Figueira ocupa a primeira colocação do ranking com uma diferença de apenas 4 centésimos de ponto para a Chapecoense. As campanhas na Série A foram parecidas, mas pesou o título estadual alvinegro (a Chape jogou o hexagonal, com peso menor), e a melhor produção na Copa do Brasil. Volta a ser o primeiro depois de cair para terceiro no ano passado

2) Chapecoense: 43,27 pontos (2013: 2o. com 42,61): A Chapecoense se mantém na segunda posição no ranking, com a derrocada do Criciúma para quarto. Tivesse melhor sorte no Estadual ou talvez o mesmo número de pontos do Figueira na Série A, poderia estar na frente. Como é um ranking numérico baseado em resultados, não dá pra usar o termo "empate técnico". Vai ser briga pau a pau pela liderança no ranking 2015.

3) Joinville: 42,68 pontos (2013: 5o. com 39,47): O vice-campeonato estadual e o titulo da Série B com 70 pontos fizeram o JEC ser o segundo maior pontuador da temporada, mesmo com uma campanha fraca na Copa do Brasil e com a Série B tendo um peso menor que a A. O time subiu duas posições, aumentou seu escore em mais de três pontos e fecha o ano em terceiro, com uma distância curta para os líderes. Tem plenas condições de ser o líder na próxima edição.

4) Criciúma: 40,10 pontos (2013: Líder com 43,44): O líder de 2013 despenca três posições depois de uma temporada pra esquecer: foi para o quadrangular final do Estadual mas não seguiu em frente, ficou na primeira fase da Copa do Brasil e apanhou na Série A. Perdeu mais de três pontos na média e acabou ultrapassado por Figueira, Chapecoense e JEC. Terá que fazer campanha de acesso em 2015 para voltar a subir no ranking.

5) Avaí: 39,69 pontos (2013: 4o. com 39,84): O Leão da Ilha diminuiu um pouco sua pontuação em relação ao ano anterior, em grande parte motivado pela fraquíssima campanha no Estadual, onde marcou apenas 7 pontos em nove jogos na primeira fase. Poderia até ser mais um a engolir o Criciúma na classificação, mas cai para quinto por causa das duas posições a mais do JEC.

6) Metropolitano: 27,49 pontos (2013: 6o. com 28,13): O Metrô caiu um pouco na pontuação mas está consolidado e tranquilo como a sexta força do futebol catarinense. Em 2014 entrou no quadrangular final e mais uma vez se classificou na Série D. Não deve perder nem ganhar posições em 2015, por causa das distâncias para o quinto e o sétimo lugares. Mas o torcedor blumenauense viverá mais uma vez a esperança de um possível acesso para a Série C.

7) Atlético de Ibirama:  22,74 pontos (2013: 7o. com 26,93): O Atlético perdeu mais de 4 pontos em relação ao ano passado mas não cai de posição por causa dos adversários. Campanha muito pobre em 2014 que quase acabou em rebaixamento

8) Marcílio Dias: 22,06 pontos (2013: 10o. com 19,67): Em sua volta à primeira divisão, o Marcílio fez um hexagonal razoável, se manteve na primeira divisão e subiu duas posições no Ranking. Se for bem em 2015, poderá roubar a sétima colocação do Atlético.

9) Internacional de Lages: 21,99 pontos (2013: 16o. com 15,98): Depois de reinar absoluto na terceira e na segunda divisão, o colorado lageano chega ao Top 10 do Ranking, aumentando sua pontuação anual de forma bastante significativa. Agora, na elite, poderá subir ainda mais. O problema é que agora os adversários são outros e a dificuldade é bem maior.

10) Brusque: 21,45 pontos (2013: 13o. com 18,22): O Brusque subiu três posições no Ranking empurrado pela boa campanha na primeira fase do Estadual da primeira divisão. Se assegurou no Top 10 mas tem sua posição ameaçada, já que terá que enfrentar de novo a segundona em 2015.

11) Guarani de Palhoça: 21,09 pontos (2013: 8o. com 21,60): O bugre palhocense perdeu 0,51 ponto em sua média por causa da participação na Série D, que tem peso bem maior que a segundona de Santa Catarina. Promovido para a primeira divisão, é mais um que está na briga até a sétima colocação.

12) Atlético Tubarão: 19,26 pontos (2013: 9o. com 20,05): Eterno time que bate na trave na segundona, o tricolor da Cidade Azul sequer se classificou para o quadrangular final em 2014, o que o fez cair três posições. Será que em 2015 vai?

A seguir, o restante da classificação:

13) Concórdia: 18,70 pontos (2013: 14o. com 17,20)
14) Camboriú: 17,54 pontos (2013: 15o. com 16,85)
15) Juventus / Jaraguá do Sul: 17,23 pontos (2013: 11o. com 19,57)
16) Jaraguá: 14,98 pontos (2013: 17o. com 15,66)
17) Blumenau: 13,63 pontos (2013: 23o. com 9,00)
18) Caçador: 13,60 pontos (2013: 12o. com 18,37)
19) Hercílio Luz: 12,68 pontos (2013: 18o. com 15,62)
20) Canoinhas: 11,55 pontos (2013: 19o. com 14,92)
21) Porto: 11,53 pontos (2013: 21o. com 13,30)
22) Juventus / Seara: 10,29 pontos (2013: NR)
23) Curitibanos: 8,45 pontos (2013: 27o. com 13,50)
24) Oeste: 7,61 pontos (2013: 24o. com 8,74)
25) Imbituba: 6,61 pontos (2013: 20o. com 13,32)
26) Barra: 6,08 pontos (2013: 30o. com 2,25)
27) Fluminense / Joinville: 5,83 pontos (2013: NR)
28) Pinheiros: 4,38 pontos (2013: 25o. com 7,78)
29) XV de Outubro: 4,20 pontos (2013: 22o. com 9,32)
30) Navegantes: 3,61 pontos (2013: 26o. com 5,71)
31) Maga: 1,65 ponto (2013: 29o. com 2,59)

Deixam o Ranking: Caxias e Joaçaba