segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Chape encaminha o turno. Tigre bobeia e outros sofrem com suas defesas

Assessoria ACF
A Chapecoense, através do talento de Gil, consegui passar por um Figueirense que foi ao Oeste para não perder e poderá abrir cinco pontos de vantagem na liderança se vencer o Metropolitano em casa, na quarta-feira. Fiquei impressionado com a declaração do interino alvinegro Tuca Fernandes sobre o jogo, feliz em ver o time, armado de forma medrosa, sem sair para o jogo e nem buscar a vitória, tomando só um gol da Chape.

O líder do campeonato comandou o jogo, não teve dificuldades contra o adversário (outros que jogaram na Arena Condá ao menos tiveram mais vontade de tentar surpreender) e contou com o deslize o Criciúma de Roberto Cavalo, que declarou a semana toda que iria chegar à última rodada na condição de brigar pelo título do turno. Acabou esbarrando no Guarani, que tirou ponto dos três primeiros da classificação jogando fora de casa e agora não depende mais de si para ir à final.

Daí pra baixo, tirando o Inter de Lages, com uma sólida campanha e vencendo o Metropolitano fora de casa e conquistando a "liderança" da classificação daqueles que brigam por vaga na Série D, os outros sofrem com problemas estruturais em suas defesas. Os jogos de sábado, debaixo de muita chuva, tiveram 12 gols marcados. Mas se olharmos todos eles, encontramos falhas grandes de posicionamento defensivo.

A semana começa com duas histórias: além da Chape ter a chance de encaminhar o título do turno no jogo contra o Metropolitano, segunda pior defesa do campeonato, tem clássico da capital na quinta, de dois times que vivem fases complicadas. Para o campeonato não vale nada (mas poderá jogar o Figueira na zona de rebaixamento em caso de derrota e até um empate do Guarani em Brusque), mas tem todo aquele clima de aumentar ainda mais a crise de quem perder a partida.

Posso estar me antecipando demais, mas do jeito que a coisa anda, há uma chance bastante considerável do campeonato não ter uma decisão. Não só por causa da Chapecoense, mas os outros, que não se acertam e dão a abertura para o time de Guto Ferreira disparar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário