quarta-feira, 2 de março de 2016

Em uma decisão sem emoção, Chape invicta vai à final

Quis a tabela que Chapecoense e Criciúma se encontrassem na última rodada e, com a campanha de ambos, eles brigassem em confronto direto pela vaga na final. Mas vimos um jogo chato, sem muita emoção, onde o árbitro Héber Roberto Lopes resolveu iniciá-lo com campo alagado e,  com o gramado desse jeito, aconteceram os dois principais fatos do jogo: o gol de Lucas Gomes e a expulsão de Bruno Lopes, inconsequente ao dar uma cotovelada em Gil.

Com o regulamento debaixo do braço, a Chape apenas administrou e confirmou seu favoritismo. E digo mais: é favorito a levar também o returno e deixar o campeonato sem decisão. Agora é hora dos outros correrem atrás. O Criciúma deixou uma boa impressão mas escorregou nos empates para Brusque e Guarani e na derrota para o Inter. O Avaí, quem diria, termina o turno em segundo lugar, depois de uma arrancada de 4 vitórias nos últimos cinco jogos. Figueira e Joinville precisam remar muito. E assim temos o cenário do returno que começa no final de semana.

Foi premiado o futebol mais eficiente, sem conhecer nenhuma derrota e com um excelente aproveitamento acima dos 80%.

Quem vai segurar a Chapecoense? Veremos daqui a nove rodadas. Agora não há mais tempo pra testes. É pegar ou largar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário