sábado, 23 de abril de 2016

"Audáxia"

O nome dele é engraçado, Tchê Tchê. Lateral direito de habilidade, e ainda por cima é ambidestro. Contra o Corinthians, fez um golaço de pé esquerdo de fora da área e depois fez um na disputa de pênaltis, de pé direito. Tem muito time atrás de um jogador assim.

E tem mais de um time que chama a atenção por eliminar São Paulo e Corinthians jogando muita bola. Fernando Diniz, o técnico, vai ter seu perfil contado e recontado na TV na próxima semana. Mas existe uma coisa que precisa ser mencionada: continuidade. Ele teve tempo para fazer seu trabalho, e colhe os frutos. Não vai dar certo em clube grande, pois paciência é uma palavra que não existe em seus vocabulários.

Guardadas as proporções, lembra o São Caetano de Jair Picerni em 2000, com um time muito unido, de toque com qualidade e sem medo de ninguém.

E está na final do Paulista. Possivelmente será desmontado depois da decisão (Bruno Paulo já tem pré-contrato assinado com o Joinville, por exemplo), mas mostrou um bom futebol para a gente lembrar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário