quinta-feira, 30 de junho de 2016

Com vitória, Chapecoense equipara rendimento ao do Brasileirão-2015

A Chapecoense suou e teve que passar até por cima da arbitragem para garantir a vitória sobre o Cruzeiro na estreia oficial de Caio Junior. Com isso, o time mantém praticamente o mesmo aproveitamento do ano passado, quando fez um primeiro turno bem consistente e, mesmo com uma queda de rendimento no returno, não passou apuros para se manter na primeira divisão.

O gráfico abaixo é do economista Juliano Fossá, de Chapecó. No ano passado, ao fim da 12a. rodada, a Chape tinha apenas um ponto a mais dos 18 que alcançou ontem. Número bem acima de 2014, quando tinha 12.



Há consenso que Guto Ferreira, que fez um bom trabalho do clube, não é insubstituível. Caio Junior pegará um time já acertado, o que foge da regra da troca de treinadores, onde a grande maioria assume em meio a crises. A Chape fez um bom trabalho de montagem do elenco, conquistou uma grande vitória e vai colhendo os frutos disso. E caminha para repetir o desempenho de 2015, tendo ainda a chance de ir longe na Copa do Brasil.




Nenhum comentário:

Postar um comentário