quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Com autoridade na chuva: Chape a quatro jogos do título

Conmebol
Debaixo de um temporal, a Chapecoense bateu o Junior de Barranquilla com uma facilidade semelhante a uma primeira fase de Copa do Brasil. O time verde passou o carro desde os primeiros minutos, fez o gol ficar maduro e, depois de aberta a porteira, a superioridade aumentou. No final, o 3 a 0 carimbou uma classificação que até teve uma ponta de preocupação. A cansativa viagem para a Colômbia (nunca mais façam essa logística, hein?) expôs o time a uma situação complicada no segundo tempo na ida. Mas no fim, deu tudo certo. Deve pintar o San Lorenzo na área, em mais uma viagem para Buenos Aires, a segunda neste ano. Desta vez, para jogar no Nuevo Gasometro.

Classificação que eleva o nome do clube, único brasileiro vivo e com chance de terminar o ano com um título internacional, coloca mais uma gorda bolada no caixa e consolida a fase sensacional do clube, que sobe ano após ano em sua organização. No Campeonato Brasileiro, o time não vai ter susto. Pode se concentrar totalmente no sonho sul-americano, que é totalmente possível.

Pena que se o time chegar na final, e acredito muito nisso, a decisão terá que acontecer fora de Santa Catarina por causa da exigência mínuma de 40 mil lugares. Mas isso é apenas mais um capítulo dessa história tão legal de um time que esbanjou entrega, encurralou o adversário e segue em frente na segunda competição mais importante do continente, que vale vaga para a próxima Libertadores, Recopa e Copa Suruga no Japão... Olha a grana que isso dá.





Nenhum comentário:

Postar um comentário