sábado, 25 de fevereiro de 2017

Avaí campeão invicto do turno, com algo a mais que os outros

Leandro Romano / Avaí FC
O Avaí confirmou o título do primeiro turno do estadual no segundo match-point que teve a disposição mostrando que nem o gramado sintético de Itajaí é capaz de segurá-lo. Mostrou sua qualidade muito superior e não deu chance ao Barroso, que aposta em sua casa para se segurar na primeira divisão. Não deu.

O Leão vai à final do campeonato com uma condição bastante interessante para levar o título sem final. Isso não quer dizer uma garantia. Hoje, o time mostra uma organização bem maior que os oponentes, que não conseguem estabelecer uma sequência. Se não vejamos: o Figueirense deu um aperto no clássico mas voltou a ser a mesma bagunça contra o Tubarão. A Chapecoense cresce, mas ainda não consegue se estabelecer. Pesa ainda a Libertadores, que começará em breve e, obviamente, será priorizada. O Criciúma era o time mais próximo disso, mas quem falha do jeito que falhou contra o Metropolitano precisa ser olhado com ressalvas. Dos pequenos há o Brusque, que venceu fora de casa o Inter, que fez excelente campanha, mas não vê o título como prioridade.

No ano passado vemos uma Chapecoense arrebentar no primeiro turno mas perder terreno no segundo, abrindo espaço para uma final contra o Joinville. Em situação parecida está o Avaí, que tem time superior mas pode acabar, em uma escorregada, tendo que jogar a decisão.

Quem chega a um título de turno invicto merece respeito. Não dá pra aplicar teorias da conspiração. A única coisa certa é que o time, obviamente, precisará se qualificar para a Série A, já que o nível do Estadual não é dos melhores. Mas entre os dez clubes, é o que está em melhores condições de chegar ao topo. Cabe agora ao time de Claudinei Oliveira evitar a tensão dos dois jogos finais.




Nenhum comentário:

Postar um comentário