terça-feira, 22 de agosto de 2017

22/08 - Não falar, agir

Até agora o marketing está grande. Já teve jornal fazendo matéria da nova gestão do Figueirense, a chegada de Fernandes teve impressão positiva junto à torcida e encontros foram feitos com organizadas e imprensa para passar detalhes do novo projeto. Mas em toda essa campanha, incomoda a forma com que o CEO da terceirização, o polêmico Alex Bourgeois, se manifesta em redes sociais. Mesmo com o time não apresentando novidade alguma e ainda jogando mal e penando no Z4 da Série B, tratou de fazer piadinha com o rival que está na Série A. Para completar, mostrou desconhecimento de regulamento ao tuitar do nada (não precisava fazer isso) comentando sobre a situação de Clayton em uma possível ida ao Avaí.

Sou daqueles, e acho que muitos são, que acreditam que a melhor resposta a se dar é com vitórias e resultados de uma gestão vitoriosa. Até agora, o que foi feito dentro de campo não mudou muito. Ninguém chegou (OK, essa tarefa é complicada neste momento do ano), o novo técnico não conseguiu trazer uma melhora efetiva e muito torcedor ainda está desconfiado.

Na boa, monsieur Alex, melhor trabalhar sem mandar recado. Porque se não der certo, isso pode virar alvo de chacota.

VAI TER COPINHA

Os quatro clubes que restaram vão tocar a Copa SC, que valerá mesmo uma vaga na Copa do Brasil ao campeão. Até aí, tudo bem. Mas chama a atenção o "convite", que vai entre aspas mesmo, ao campeão da Série B, que só entrará se todos os times da segundona assinarem concordando, sendo que não poderá haver repasse da vaga para o vice, com uma multa estipulada em R$ 150 mil.

Sabe aquela coisa que você bota um preço lá em cima justamente pra não vender? Isso foi o que Brusque, JEC, Inter e Tubarão fizeram. Com 90% de certeza, os clubes da segundona não aceitarão a proposta. Todos tem orçamentos contados e com jogadores encerrando contrato um dia após a final. Sem saber se serão campeões, o planejamento é bem complicado. Eu não correria risco de montar elenco para uma competição tão curta.

ARGUMENTO

O Almirante Barroso soltou nota explicando os motivos da sua desistência da Copa SC. Todos são aceitáveis, mas uma coisa chama a atenção: o clube diz que o investimento é alto e uma ida para a Copa do Brasil resultaria em despesa alta, já que o time só jogará a Série B no segundo semestre. Até aí tudo bem, mas não pensaram nisso antes?

"PLANTADA"

Em entrevista ao Notícias do Dia, o presidente avaiano Francisco Battistotti falou em "notícia plantada"a informação do interesse do Avaí em Clayton. Longe de querer desmenti-lo, mas teve diretor do clube que partiu em defesa da sua contratação, inclusive discutindo sobre a questão envolvendo a sua condição de jogo. Sei lá. Mas é um negócio complicado para sair.


Nenhum comentário:

Postar um comentário