terça-feira, 17 de outubro de 2017

Figueira só escapará do rebaixamento por sorte

Passa o tempo e o time do Figueirense não evolui. Não tem energia, não mostra melhora no sistema de marcação e vai sobrevivendo na Série B por causa de alguns bons resultados em casa. Depois da derrota para o Londrina, vem aí um jogo contra o animadíssimo Ceará que pode colocá-lo de volta no Z4.

Milton Cruz, o técnico que a nova gestão trouxe, definitivamente não deu certo em Florianópolis. Mesmo com um elenco limitado, não conseguiu dar um mínimo de organização. Em Londrina, assistiu sem reação seu time ser envolvido pelo adversário e, pra piorar, falou abobrinhas na entrevista coletiva. É, definitivamente, um barco à deriva.

Ainda acho que o Figueira se salvará do rebaixamento, mas por puro acaso da sorte. ABC, Náutico e Santa Cruz já cavaram sua cova, restando, em tese, uma vaga, bem encaminhada pelo Luverdense e com o Guarani fazendo uma força danada para voltar para a C.

E se o clube aposta na sua casa, então que consigam umas três vitórias pra não ter pesadelo.

Depois, discutiremos a nova gestão. A saída de Alex Bourgeois tem muitas hipóteses mas nenhuma informação concreta. A saber a importância dele dentro da estrutura que foi montada para assumir o clube e qual o impacto disso no dia-a-dia.

O marketing está bem, motivando o torcedor. Só que quando o lado esportivo não entrega resultado, isso toma efeito contrário. Aí não vai ter telão, food truck ou promoção de ingresso que segure a onda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário